Assessor Nacional de ATS

Esta vaga já expirou


Entidade:

EGPAF

Expira:

2022-04-22

Local:

Inhambane

Assessor Nacional de ATS

A ELIZABETH GLASER PEDIATRIC AIDS FOUNDATION (EGPAF) é uma ONG que trabalha em parceria com o Ministério da Saúde, na implementação do Programas de Prevenção de Transmissão Vertical (PTV) de HIV e cuidados e tratamento para pessoas vivendo com o HIV. A sua missão é assegurar a inclusão de crianças, prevenindo a transmissão do HIV de mãe para filho e garantir-lhes o acesso a serviços de qualidade.

No âmbito das suas actividades, a Fundação pretende recrutar um (1) Assessor Nacional de ATS baseado em Inhambane.

Título: Assessor Nacional de ATS

Departamento: Técnico

Localização: Inhambane, Moçambique

Reporta-se a: Director Adjunto de serviços Clínico

Subordinados directos: N/A

Como você lutará por uma geração sem SIDA?

O/A assessor nacional de ATS , tem a responsabilidade primária de colaborar e coordenar com MISAU, Doador e outros parceiros na elaboração de estratégias n a área de ATS. No seu papel inclui-se a articulação e participação nos GT a nível do MISAU e do Doador, bem como operacionalizar as intervenções inovadoras que visem a identificação de positivos a nível das Províncias, apoiadas pela EGPAF. O Assessor Técnico de Aconselhamento e Testagem em Saúde é responsável por fornecer apoio às equipes da EGPAF, DPS, SDSMAS e provedores de saúde a nível das US nas Províncias, incluindo organizações parceiras na provisão dos serviços de ATS nas suas diferentes modalidades particularmente às mulheres grávidas, adolescentes, crianças e suas famílias.

As Áreas de enfoque do programa de ATS incluem a educação geral em HIV/SIDA, oferta de serviços de ATS nas diferentes modalidades de ATS implementadas em Moçambique nomeadamente: ATIU, ATIP e ATSC com particular ênfase para o Aconselhamento e testagem a partir do Caso Índice e o ATHIV.

Será também responsável por garantir a implementação de forma estratégica em colaboração com outras áreas clínica dentro da organização e com outros parceiros. Pela posição, terá que efectuar viagens frequentes às Província e Distritos apoiados pela EGPAF. O assessor nacional de ATS é supervisionado pelo director adjunto de serviços clínicos.

RESPONSABILIDADES

  1. Treinar as equipas da EGPAF para capacitarem as DPS, SDSMAS e provedores de saúde nas Unidades Sanitárias para:
  2.  Assegurar a provisão efectiva dos serviços de aconselhamento e testagem nas UATS, Serviços clínicos, da abordagem do aconselhamento e testagem a partir do Caso Índice e o ATHIV de acordo com os princípios emanados pelo MISAU.
  1. Desenhar e implementar estratégias inovadoras para incrementar os índices de detecção de positivos e a ligação destes aos cuidados e tratamento.
  1. Assegurar a implementação do ATIP nos serviços clínicos com maior positividade (Banco de socorros, triagem e internamento de pediatria e adultos)
  1. Assegurar a criação de demanda para a identificação dos casos índices e testagem de seus contactos que na Unidade Sanitária e na comunidade.
  1. Assegurar com as equipes a implementação efectiva da iniciativa de optimização do ATIP nos grandes hospitais (HP) das Províncias de Gaza e Inhambane.
  1. Realizar a monitoria dos reportes semanal, mensal e trimestral da actividade de testagem nos serviços clínicos.
  1. Apoiar na Planificação e facilitação de formações em ATS nas suas diferentes abordagens em coordenação com as equipes das províncias e com o núcleo provincial da qualidade de testagem.
  2. Realizar junto com o núcleo provincial e a equipa da EGPAF nas Províncias visitas de supervisão para avaliação da qualidade de ATS e prover a respectiva assistência técnica.
  3. Participar das visitas de supervisão conjunta entre nível central (MISAU, Doador, DPS e EGPAF)
  4. Participar de encontros do GT de ATS a nível do MISAU juntamente com outros parceiros.
  1. Assegurar a provisão dos instrumentos de registo da actividade de ATS.

Relatórios:

  • Monitorar a implementação das actividades planificados;
  • Elaborar os relatórios de acordo com periodicidade requerida e necessário para diferentes níveis (Doador e sede da EGPAF).

Requisitos

  • Médico ou Formação Superior em Psicologia Clínica, Socia, ou outra relacionada com conhecimentos e experiência em HIV/SIDA e particularmente ATS nas suas diferentes abordagens.
  • Pelo menos dois anos de experiência na implementação e monitorização de programas de ATS.
  • Experiência em formação, tutoria clínica e supervisão;
  • Experiência e facilidade em desenvolver ligações com MISAU/Doador/ Parceiros.

Vantagens

  • Habilidades e Conhecimentos no desenvolvimento e na gestão de programas incluindo capacitação institucional e sistemas de desenvolvimento;
  • Habilidades e Conhecimentos no uso da avaliação dos cuidados e ferramentas de garantia de qualidade;
  • Conhecimentos sobre o Ministério de Saúde de Moçambique, incluindo as políticas e estruturas de gestão a nível nacional e provincial.
  • Excelentes habilidades analíticas, de comunicação oral e escrita.
  • Habilidades com alta competência na língua portuguesa e inglesa tanto escrita que verbal
  • Energético, autónoma, Auto motivado.
  • Disponibilidade para fazer viagens regulares fora da província
  • Habilidade de relacionamento e adaptação em ambientes multiculturais. 
  • Conhecimentos avançados na aplicação do Microsoft Office (Excel, Word, PowerPoint, Outlook)

Como uma organização global, multinacional e multicultural, a EGPAF acredita que a diversidade no local de trabalho enriquece o nosso trabalho e aumenta o nosso impacto e eficácia. Acreditamos que os trabalhadores têm o direito de trabalhar num ambiente de respeito mútuo e integridade que promova a dignidade e o respeito por todos e que lhes permita atingir seu pleno potencial. A Fundação está empenhada em promover a diversidade, equidade, inclusão e pertencimento (DEI&B), e encorajamos fortemente aqueles com as seguintes identidades a se candidatarem: BIPOC (negros, indígenas e outras pessoas de cor), mulheres e não binários, LGBT + (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros), indivíduos com deficiência e outros membros de grupos historicamente sub-representados.

A EGPAF é um empregador de oportunidades iguais e oferece oportunidades iguais a todos os trabalhadores e candidatos a emprego, independentemente de raça / etnia, cor, religião, sexo (incluindo gravidez, identidade de gênero, expressão de gênero e orientação sexual), nacionalidade, idade, deficiência ou genética. Além dos requisitos da legislação do país, a EGPAF cumpre as leis dos EUA que regem a não discriminação no emprego em todos os locais onde a Fundação possui instalações.

As candidaturas deverão ser submetidas até ao dia 22 de Abril de 2021.

Na Elizabeth Glaser Pediatric AIDS Foundation as vagas não se pagam e são estritamente observados os princípios de ética, integridade e transparência.

A Fundação recomenda e encoraja vivamente a denúncia imediata de quaisquer actos contrários a estes princípios. Eventuais pedidos de esclarecimentos poderão ser feitos através dos números: +25821488901/02.

Forma de Candidatura:

Intruções de candidatura não definidas, Reportar erro para:info@rebus.co.mz ou ligue para: (+258) 87 029 1910

Forma de Candidatura:



Subscreva a nossa Newsletter

Para receber notificações sempre que uma nova vaga for publicada, por favor, subscreva-se aqui!.