Oficial Técnico Fortalecimento Económico e Juventude

Esta vaga já expirou


Entidade:

OCSIDA

Expira:

2022-06-07

Local:

Maputo

Oficial Técnico Fortalecimento Económico e Juventude

A Organização Comunitária para Saúde e Desenvolvimento (OCSIDA) é uma organização não governamental moçambicana fundada em 2005. A OCSIDA tem mais de 16 anos de experiência em projectos de HIV e desenvolvimento, incluindo a implementação de projectos de crianças órfãs e vulneráveis ​​(COVs), intervenções para Raparigas adolescentes e mulheres jovens (RAMJ), “Determinadas, Resilientes, Empoderadas, Livres de Sida, Mentoradas e Seguras” (DREAMS) e água e saneamento. Actualmente está a implementar projectos nas províncias de Gaza, Maputo Província e Maputo Cidade.

A OCSIDA está a recrutar candidatos qualificados para o projecto antecipado FILOVC financiado pela USAID com uma duração de 5 anos (2022-2027). O projecto será liderado pela OCSIDA, e implementado em conjunto com um consórcio de organizações de implementação (OSCs em Maputo, Gaza e Inhambane) e de assistência técnica (FHI 360). O projecto integrará as componentes de COVs, DREAMS e Prevenção Primária para Adolescentes (PPA) e será implementado nas províncias de Gaza, Inhambane, Maputo Província e Maputo Cidade.

Nome do cargo: Oficial Técnico Fortalecimento Económico e Juventude

Reporta a: Director Técnico

Linha pontilhada: Especialista Fortalecimento Económico da FHI 360

Articula com: Área financeira, área técnica, Gestor de subacordos, M&A

Supervisiona directamente:        N/A

Supervisiona indirectamente: Supervisores de FE (DREAMS e COVs)

Baseado em: Maputo, com viagens frequentes ao campo

Data preparada: Abril 2022

Faixa Salarial: 10,11

Resumo do Cargo:

O Oficial Técnico de Fortalecimento Económico (FE) e Juventude será responsável pela prestação de assistência técnica às equipes distritais (tanto nos distritos de implementação directa como nos dos subparceiros) na implementação de estratégias e intervenções para melhorar a estabilidade económica das famílias COVs, bem como o fortalecimento económico das RAMJs e das suas famílias apoiadas pelo DREAMS. 

Responsabilidades

  • Fornecer capacitação e mentoria para o pessoal técnico e quadros comunitários responsáveis pelas actividades e intervenções de FE, com foco na implementação e gestão de intervenções baseadas na comunidade, tais como: grupos de poupança (para cuidadores COVs/RAMJs e RAMJ), literacia financeira, avaliação de mercado e identificação de oportunidades, ligação a estágios e oportunidades de emprego, empreendedorismo e gestão de microempresas, e adição de valor ao longo de cadeias de valor identificadas.
  • Fornecer apoio técnico na implementação de estratégias e actividades de FE, assegurando que sejam sensíveis às questões de género e promovam a equidade de género.
  • Coordenar com outro pessoal técnico responsável pelos COVs para assegurar que os planos de cuidados domésticos das COVs incorporem considerações económicas e de segurança alimentar e promovam a graduação.
  • Assegurar que todas as componentes do programa (DREAMS, PPA e COVs) sejam sensíveis às necessidades de adolescentes e jovens e incluam as suas vozes, desde uma perspectiva de desenvolvimento positivo da juventude.
  • Apoiar e facilitar as ligações com outros sectores e prestadores de serviços relevantes para aumentar o acesso aos serviços e apoio aos beneficiários do programa (por exemplo, governo, programas de protecção social, instituições de formação vocacional). Isto implicará apoiar as equipas locais no desenvolvimento e implementação de um plano para envolver o sector privado em actividades de FE para um maior e sustentável impacto.
  • Realizar supervisão de apoio para assegurar a adesão às directrizes, padrões de qualidade e POPs de FE.
  • Monitorar de perto o desempenho das equipas locais nos resultados de FE e ajudá-las a abordar quaisquer lacunas programáticas e questões de desempenho através de abordagens de qualidade e melhoria de desempenho.
  • Apoiar actividades de investigação formativa que ajudem a reforçar as intervenções do FE, bem como actividades de avaliação que ajudem a identificar e documentar os resultados das actividades do FE. Isto inclui o apoio ao desenvolvimento e implementação de projectos-piloto ou de demonstração para testar e adoptar actividades específicas.
  • Assegurar a documentação e divulgação atempada de práticas promissoras e lições aprendidas na implementação de intervenções de FE.
  • Apoiar equipas locais na utilização de dados para informar decisões e fomentar a aprendizagem e a inovação.

Requisitos:

  • Licenciatura em economia, ciências sociais, desenvolvimento internacional, ou um campo relacionado preferido; estudos de género ou experiência serão uma vantagem.
  • Pelo menos 3 anos de experiência na implementação e monitoria de FE para famílias e adolescentes/jovens, trabalhando em programas de desenvolvimento internacional multifacetados e complexos. A experiência no âmbito de programas COVs e/ou DREAMS financiados pelo PEPFAR é fortemente preferida.
  • Pelo menos 2 anos de experiencia na implementação de programas com adolescentes e jovens.
  • Experiência no aproveitamento de parcerias e recursos do sector privado, ligação de jovens a oportunidades de emprego e empreendedorismo, mentoria empresarial e formação de competências, e acesso ao mercado.
  • Forte experiência na prestação de assistência técnica e mentoria.
  • Demonstrou sucesso na prestação de assistência técnica eficaz a organizações locais.
  • Excelente capacidade de comunicação, interpessoal e escrita.
  • Capacidade de trabalhar de forma independente e gerir um fluxo de trabalho de alto volume.
  • Competências relevantes em software informático (incluindo, no mínimo, as aplicações padrão no MS Office).
  • Falante nativo de Português. Preferência de conhecimentos da língua inglesa.

Esta descrição de tarefas resume as principais funções do trabalho. Não prescreve nem restringe as tarefas exactas que podem ser atribuídas para realizar essas funções. Este documento não deve ser interpretado de forma alguma como um contrato de trabalho. Reservamos o direito de revisar este documento a qualquer momento.

Data Limite: Será dada prioridade as candidaturas recebidas antes do dia 7 de Junho de 2022. Se não forem encontrados candidatos adequados, a vaga permanecerá aberta até ser preenchida.Como se candidatar: Envie sua carta de motivação (1 página) e CV (máximo de 3 páginas), e os dados de contato de três referências profissionais para recrutamento@ocsida.org.mz com cc para Mozambique.Resume@fhi360.org . O assunto do email deve ter o nome do cargo e da organização contratante.

Intruções de candidatura não definidas, Reportar erro para:info@rebus.co.mz ou ligue para: (+258) 87 029 1910



Subscreva a nossa Newsletter

Para receber notificações sempre que uma nova vaga for publicada, por favor, subscreva-se aqui!.