Técnico de Saúde

Esta vaga já expirou


Entidade:

EGPAF

Expira:

2022-02-28

Local:

Inhambane

Técnico de Saúde

A ELIZABETH GLASER PEDIATRIC AIDS FOUNDATION (EGPAF) é uma ONG que trabalha em parceria com o Ministério da Saúde, na implementação do Programas de Prevenção de Transmissão Vertical (PTV) de HIV e cuidados e tratamento para pessoas vivendo com o HIV. A sua missão é assegurar a inclusão de crianças, prevenindo a transmissão do HIV de mãe para filho e garantir-lhes o acesso a serviços de qualidade.

No âmbito das suas actividades, a Fundação pretende recrutar Um (01) Técnico de Saúde baseado em Inhambane – Moçambique. Para mais detalhes sobre a vaga e submissão de candidatura, por favor acesse o link abaixo:

A Elizabeth Glaser Pediatric AIDS Foundation (EGPAF) tem a missão de criar um mundo onde nenhuma mãe, criança ou família sejam devastadas pelo HIV e pela AIDS, e nós estamos causando um impacto . Somos líderes comprovados na luta global para erradicar o HIV e a AIDS, e defensores de que todas as crianças vivam uma vida plena e saudável até a idade adulta. Por mais de 30 anos, a EGPAF tem sido líder no atendimento de necessidades urgentes em HIV e AIDS pediátricos nas regiões mais afetadas do mundo. Realizamos nossos valores de paixão, inovação, trabalho em equipe, liderança, integridade, excelência e equidade todos os dias, maximizando nosso impacto nas comunidades que servimos. Junte-se a nós em nossa luta por uma geração sem AIDS.

Título : Técnico de Saúde

Departamento : Direcção de Pesquisa

Localização : Inhambane

Reporta-se a : Coordenador de Estudo

Subordinados diretos : N/A

Data de Fechamento: N/A

Como você lutará por uma geração sem AIDS?

No âmbito da implementação do estudo intitulado “Impacto da pandemia COVID-19 nos resultados clínicos e serviços prestados a indivíduos vivendo com HIV e trabalhadores de saúde em Moçambique” (COVID-19), a Elizabeth Glaser Pediatric AIDS Foundation pretende contratar um(a) Técnico de Saúde do estudo, para apoiar no processo de implementação desta avaliação na província de Inhambane.

Não há dois dias iguais na EGPAF, mas o que você pode esperar como um título?

  • Apoiar no processo de recrutamento de participantes para o estudo nas Unidades Sanitárias incluindo verificação dos critérios de inclusão e obtenção de consentimento informado.
  • Realização dos inquéritos, e o preenchimento de todos os formulários do estudo garantindo que os dados são completos e fiáveis.
  • Encaminhar os participantes para a triagem COVID-19; ou para o laboratório (para testes adicionais).
  • Realizar testes rápidos de anti-corpos para a COVID-19.
  • Assegurar que todos os participantes estão corretamente cadastrados no estudo; e que recebem o pacote de cuidados clínicos na Unidade Sanitária.
  • Conduzir o estudo de acordo com os procedimentos operacionais padrão (POP), protocolo do estudo e normas éticas de pesquisa.
  • Realizar a avaliação clínica dos participantes de estudo de acordo com os POPs do estudo; e registar os dados colhidos em formulários e base de dados do estudo.
  • Coordenar a recolha de dados clínicos com os profissionais de saúde afectos na Unidade Sanitária.
  • Colher as amostras biológicas; registar, armazenar, enviar para o laboratório de referência, sempre que necessário; solicitar os resultados dos testes e registar nos formulários e base de dados do estudo.
  • Garantir que os documentos confidenciais sejam devidamente manuseados e arquivados e que apenas o pessoal do estudo tem acesso.
  • Efectuar chamadas mensais para reforço de adesão e seguimento dos procedimentos dos estudos.
  • Participar de encontros de coordenação de estudo.
  • Elaborar o relatório mensal de actividades e partilhar com o Coordenador de Estudo de forma regular.
  • Garantir comunicação eficiente e transparente para a implementação do estudo na Unidade Sanitária.
  • Contribuir na avaliação da adesão da Unidade Sanitária as medidas de prevenção da COVID-19.
  • Cumprir com as tarefas que lhe foram delegadas, segundo plano de trabalho, cronograma de entrega.
  • Cuidar da integridade do material de trabalho que tenha recebido (tablet, bloco de nota, fichas de registo de inclusão).
  • Realizar outras actividades que lhe forem incumbidas, conforme se mostrar necessário.

Para ter sucesso, você terá:

  • Técnica (o) de Medicina (constitui uma vantagem) ou formação em Enfermagem.
  • Experiência reconhecida em abordagens comunitárias e ligação Unidade Sanitária-Comunidade.
  • Mínimo 2 anos de experiência de trabalho na área de cuidados e tratamento de HIV/SIDA.
  • Experiência e facilidades em desenvolver ligações e trabalho com SDSMAS, Unidade Sanitária e Comunidades

Pontos de bônus se você tiver:

  • Capacidade de estar em ambiente de equipa e de forma independente.
  • Conhecimentos básicos em pacotes informáticos (Microsoft Office).
  • Fluência em Português. Fluência em Changana e/ou Bitonga/Xitswa (altamente desejável).
  • Excelentes habilidades de comunicação escrita e verbal.
  • Boas habilidades interpessoais.

Como uma organização global, multinacional e multicultural, a EGPAF acredita que a diversidade no local de trabalho enriquece nosso trabalho e aumenta nosso impacto e eficácia. Acreditamos que os funcionários têm o direito de trabalhar em um clima de respeito mútuo e integridade que promova a dignidade e o respeito por todos e que lhes permita atingir seu pleno potencial. A Fundação está empenhada em promover a diversidade, equidade, inclusão e pertencimento (DEI & B), e encorajamos fortemente aqueles com as seguintes identidades a se candidatarem: BIPOC (negros, indígenas e outras pessoas de cor), mulheres e não binários, LGBT + (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros), indivíduos com deficiência e outros membros de grupos historicamente sub-representados.

A EGPAF é um empregador de oportunidades iguais e oferece oportunidades iguais a todos os funcionários e candidatos a emprego, independentemente de raça / etnia, cor, religião, sexo (incluindo gravidez, identidade de gênero, expressão de gênero e orientação sexual), nacionalidade, idade, deficiência ou genética. Além dos requisitos da legislação do país, a EGPAF cumpre as leis dos EUA que regem a não discriminação no emprego em todos os locais onde a Fundação possui instalações.

A Fundação não cobra taxas em nenhuma fase do processo de recrutamento. Se você for solicitado a pagar uma taxa em qualquer estágio do recrutamento, entre em contato com fraud@pedaids.org.

As candidaturas deverão ser submetidas até ao dia 28 de Fevereiro de 2022.

Na Elizabeth Glaser Pediatric AIDS Foundation as vagas não se pagam e são estritamente observados os princípios de ética, integridade e transparência.

A Fundação recomenda e encoraja vivamente a denúncia imediata de quaisquer actos contrários a estes princípios. Eventuais pedidos de esclarecimentos poderão ser feitos através dos números: +25821488901/02.



Subscreva a nossa Newsletter

Para receber notificações sempre que uma nova vaga for publicada, por favor, subscreva-se aqui!.